quarta-feira, 27 de julho de 2011

Lembrar é reviver... Música tema dos Power Rangers no violino

Este filósofo, na sua proveitosa infância, pode aproveitar verdadeiros clássicos do gênero Tokusatsu (popularmente conhecidos como seriados de super heróis japoneses). Neste seleto grupo incluíam-se Jaspion, Jiraya, Cybercop, Jiban, entre outros. Porém, um se destacou aos demais por mesclar a ação das artes marciais japonesas com a criatividade de enredo que os americanos possuíam. Nascia assim Power Rangers, um semi-tokusatsu que conquistou muitos admiradores pelo redor do mundo como esta moça. Confiram abaixo a reprodução da música tema do seriado ao som do violino:




A mesma possuí um canal no Youtube chamado lara6683, que reproduz músicas tanto de tokusatsu's famosos como de games, principalmente do gênero RPG. Vale apena conferir o seu trabalho, é fantástico.

terça-feira, 26 de julho de 2011

É hora de bandear-se para os lados da fronteira e gastar! Dólar chega ao menor nível desde 1999

Moeda fechou abaixo de R$ 1,53 pela 1ª vez desde 1999.
Você filósofo de plantão, que almeja aquela novidade da área tecnológica? Ou que alimenta o desejo de possuir aquela fantástica camisa de marca? Ou até, para o mais vaidoso(a), que sonha com aquele perfume francês que custa o olho da cara? Então chegou à hora de pegar o seu carro e se bandear para os lados da fronteira sul do país. Digo isso pelo fato do dólar estar com a sua menor cotação dos últimos 12 anos.
É fato notório que hoje os produtos oriundos de outros países, que adentram o nosso país, possuam preços salgados para o padrão financeiro das famílias brasileiras. Considerando a carga de tributos embutidas na importação, o valor do produto é elevado para as alturas (em breve artigo sobre impostos aguarde!). Mas o fato é que o dólar já esta a R$ 1,53 para a alegria dos sacoleiros de Rivera.  
Este valor é o mais baixo desde 1999. Para quem possuí mais de 20 anos de idade, sabe o que estou falando. Já houve épocas que o dólar batia a casa dos R$ 4,00, algo inimaginável para os dias de hoje.
Para aqueles que gostam de adquirir itens importados de qualidade é a hora, pois a economia global esta passando por profundas transformações, principalmente a estadunidense (não é americano meu povo!). Mas a queda no valor também tem seus porém para a economia brasileira. Hoje o Brasil trabalha com dólares para exportação de seus produtos, consistindo na perda de dinheiro no momento da conversão para o real. Por este fato que o Banco Central intervém constantemente para evitar esta constante queda. Seria um problema se o real sobreponha-se ao dólar, pois não é de praxe a compra com a nossa moeda por outros países. Estaríamos então criando uma nova ordem monetária trocando o dólar pelo euro, por exemplo? São coisas que já não estariam ao alcance do raciocínio sábio deste filósofo, apenas de um economista.

domingo, 24 de julho de 2011

Eis como uma fênix! O retorno triunfal da celeste olímpica!

A equipe de Diego Forlán, mostrou sua superioridade e conquistou o seu 15° título.
A primeira seleção que encantou o mundo esta, definitivamente, de volta ao hall dos gigantes do futebol mundial. No final da tarde de hoje a seleção uruguaia conquistou o 15° titulo da Copa America disputada na Argentina. Com o titulo a equipe charrua se torna o maior campeão de copas do continente.
Em partida realizada no monumental de Nuñes, em Buenos Aires, diante de 27 mil pessoas, o Uruguai desde o primeiro minuto de partida, soube dominar o jogo, simplesmente foi avassalador. Comandados pela dupla Luis Suárez (1 gol), e Diego Forlán (2 gols), os charruas não deram margens a equipe paraguaia, que irreconhecível se mostrou incapaz de parar a boa equipe celeste.
O Uruguai entrou dando grande pressão ao adversário. Teve duas conclusões muito fortes antes de abrir o placar aos 11 minutos com Luis Suáres. Após, teve um pênalti polêmico não marcado pelo arbitro brasileiro Sálvio Spínola. Ainda no primeiro tempo, aos 41 minutos, Diego Forlán confirmava ali a vitória de sua equipe. No segundo tempo a partida esfriou. O Paraguai foi comedido, não teve qualidade para se impor e aos 44 Forlán, novamente, decretou a vitoria charrua. Desde a Copa do Mundo de 2010 o mesmo não marcava gols pela equipe celeste.
E não deu para as paraguaias!!! =’(
Vice, o Paraguai perde sua invencibilidade e deixa a Copa América sem nenhuma vitória. Até a decisão contra os uruguaios, eram cinco empates em cinco jogos da equipe vermelho e branco, que passou pelo Brasil, nos pênaltis, após um 0 a 0 nas quartas. Já na semifinal, contra a Venezuela, resultado idêntico. Os paraguaios sequer marcaram gol no mata-mata após perder de 3 a 0 para o Uruguai. Simplesmente os paraguaios mais marcaram pela beleza de suas musas do que pelo futebol propriamente dito.
É uma pena que o ressurgimento da celeste olímpica no cenário mundial, tenha vindo tarde, visto que a equipe possui uma media de idade superior a 30 anos. Talvez este título tenha sido a última cartada de sua geração, uma pena. Este é o maior titulo dos últimos 16 anos para o futebol uruguaio. O último havia sido a Copa América de 1995, disputada em seu país.
Com o titulo, o Uruguai também carimba sua participação na Copa das Confederações a ser realizada em 2013, juntamente com o Brasil (sede). Espanha (campeã mundial), México (Campeão da Copa Ouro) e Japão (Campeão da Copa da Ásia). Ainda faltam confirmar as seleções campeãs dos continentes Europeu, Africano e Oceânico, que terão torneios disputados no próximo ano.   


Parabéns aos charruas! Eis como uma fênix... ressurge das cinzas para impor-se, novamente, no cenário futebolístico mundial.

sábado, 23 de julho de 2011

O mundo da música em luto....

Amy Winehouse. A música em luto!
É com extremo pesar, que ao acompanhar o noticiário da tarde de hoje, recebi a triste noticia do falecimento precoce de uma das vozes mais marcantes da música atual. Amy Winehouse, de talento raro, considerada um dos maiores nomes da musica britânica nos últimos 20 anos, era uma cantora de soul de extraordinário talento musical e de uma voz extremamente poderosa, cuja carreira meteórica foi interrompida neste sábado. As causas ainda são desconhecidas, mas a hipótese de overdose por drogas é a mais sustentada no momento, visto o histórico que a cantora possuía.
Muitos fãs da cantora temiam por este fim trágico. Era uma morte anunciada pelo tipo de vida que vivia. A cantora era uma interprete extraordinária, ótima letrista e compositora, colocava as suas musicas com muito humor, ironia e alegria. Talvez a única que possuía um material de autoria própria.
Aos 27 anos de idade, a mesma uniu-se a uma lendária lista de músicos que curiosamente morreram com esta idade. Exatamente nesta idade e no auge da fama faleceram, Jim Morrison, Jimi Hendrix, Janis Joplis e Kurt Cobain.
E pensar que as maiores vozes da historia da musica, praticamente seguiram este mesmo caminho. A dificuldade de lidar com tanta fama seja, talvez, um dos motivos destes tristes finais.  O que há de bom no gênero musical passou a soar em nossos ouvidos como simples ecos de um passado musical fantástico que marcará para sempre os apreciadores desta arte.
A música chora. Amy Winehouse talento único!

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Mais um trabalhador chinês se foi! E o pior é que estamos alimentando este dragão.

Trabalho semi-escravo preocupa ONG's internacionais
Em um dos artigos escritos por este filosofo, (para re-ler clique aqui), descrevi de forma metódica o terror que o governo chinês aplicava sobre empresas estrangeiras, que em troca da coibição da pirataria no seu país as obrigava a transferir suas operações em seu território. Não coube naquele momento explanar um tema delicado que de fato preocupa órgãos internacionais ligados aos direitos humanos e a organização internacional do trabalho (OIT). Mas visto o suicídio de mais um trabalhador chinês na fábrica da Foxconn, o tema precisou ser reascendido por este que vos escrevem. A China é reconhecida internacionalmente pelo seu modelo ortodoxo de segurança no ambiente de trabalho. Pouco se sabe hoje o que acontece em suas estranhas, visto que o país coíbe todo tipo de informação para fora de suas fronteiras. Para entendermos um pouco da sua curiosa política excêntrica, basta olhar para trás e analisarmos o passado deste país milenar.
A civilização chinesa é uma das mais antigas do nosso planeta. Existem pesquisadores que sustentam a teoria de que o berço da civilização humana tenha sido lá. Sua cultura, desde cedo, sempre esteve à frente do seu tempo. Porém, devido às constantes guerras internas e externas, sua população acabou delimitando-se a extrema pobreza. No século passado, enquanto o país reerguia-se de um passado já não tão glorioso, os chineses sentiram na pele um dos momentos mais delicados de sua historia milenar. Neste período houve uma maciça invasão japonesa, conhecida como 2ª guerra sino-japonesa, ou para os menos familiarizados 2ª guerra mundial. Sem dúvida este foi o período mais critico da era pós-império. Após este conturbado episodio, a China transformou-se por completa.
Em 1949, Mao Tse-tung e o seu partido socialista instalou no país um regime administrado a mão de ferro, transformando a China numa Republica Popular. Enquanto a população seguia a cartilha implantada por Mao os chineses aprenderam a lidar com as suas próprias dificuldades internas como a fome e a miséria do pós-guerra. Por mais totalitário que o governo socialista possa ter sido, eles souberam introduzir uma filosofia de auto-superarão pouco vista no mundo contemporâneo. Há de se considerar os créditos a Mao que soube reestruturar um país demasiadamente populoso e miserável a níveis econômicos invejáveis. Após a morte de Mao em 1978, vieram importantes transformações econômicas introduzidas por seu sucessor Deng Xiaoping. Sem duvida a China, a partir deste momento soube posicionar-se globalmente. Nos dias de hoje destacam-se por seu rigoroso sistema de ensino que objetiva formar mão de obra especializada para alavancar o desenvolvimento e lançar a China na disputa pelo mercado internacional. Daí entra o tema a ser explanado por este filósofo...
É fato notório, que o seu sistema de ensino é destacado internacionalmente por reforçar conceitos profissionais, motivo este que possa justificar a polêmica filosofia de trabalho que o governo chinês impôs a sua população. Hoje os chineses sofrem com altíssimos índices de insegurança no ambiente de trabalho. Conforme estatísticas publicadas pelo governo chinês, cerca de 200 mil indivíduos ao ano são vitimas de algum tipo de acidente, principalmente em áreas da mineração, fábricas de explosivos e de transportes aquáticos. Mas estes dados podem ter sido subestimados, visto o histórico do governo acobertar este tipo de informação para mídia. Alguns órgãos internacionais de defesa dos direitos humanos falam em até dois milhões de acidentes ao ano. Já o número de óbitos decorrentes a estes acidentes são desconhecidos visto que o governo jamais liberou este tipo de informação. Um fato curioso é que a mão de obra que as empresas chinesas absorvem provem de províncias do interior do país. Por mais qualificado que seja o ensino, a população do interior (maioria no país) é considerada a menos beneficiada por estes programas. Por este fato, os trabalhadores acabam se sujeitando a exaustivas jornadas de trabalho, remuneração abaixo da média global, opressão e ambiente completamente inadequado, perigoso e hostil, acumulando consigo um espantoso número de acidentes. As condições impostas são pífias vistas aos nossos olhos. Com o que foi até então abordado, posso considerar uma nova classe para este tipo de trabalho: o semi-escravo remunerado.
No resumo da ópera, a população chinesa se vê doente fisicamente e psicologicamente. Vêem-se explorados pelo seu regime já não mais tão socialista, mas nada faz para reverem os seus direitos. Qualquer tipo de manifestação é vetado, sendo esta passiva de punições severas, ou seja, a própria população é refém de seu regime totalitário. E pensar que a China já esta adquirindo novas terras fora de seus domínios, aplicando sua filosofia de trabalho pouco plausível sobre outras culturas. Estaríamos à mercê de uma nova ordem global? É o planeta alimentando o dragão chinês!  

Uma nova realidade no futebol brasileiro? Patrocínios fortalecem os cofres dos clubes nacionais.

Maiores receitas de patrocínio/ publicidade do futebol brasileiro no ano de 2010
Não consigo entender como os clubes de futebol ainda não possuem ações na bolsa de valores. Um estudo feito pelo consultor Amir Somoggi destaca que as receitas com patrocínio no futebol brasileiro atingiu valores astronômicos. No ano de 2009 adentraram R$ 566 milhões nos cofres das já defasadas equipes brasileiras. Crescimento de 274% nos últimos oitos anos. Porém, boa parte deste valor foi absorvida pela instituição (ou anarquia) CBF. 
Em uma projeção publicada para o ano de 2010, as equipes vislumbravam valores próximos de R$ 570 milhões na sua totalidade. Mas considerando apenas valores provenientes a cotas de patrocínio e investimento, os clubes geram uma receita de R$ 372 milhões. Esse resultado representa um acréscimo de faturamento de 424% nos últimos oito anos. Em 2010, os recursos com patrocínio e publicidade representaram 17% do total gerado pelos clubes, frente à representatividade de 14% de 2009 e 9% de 2003. Destes R$ 372 milhões, 52% representam a fatia que a CBF, na figura de Ricardo Teixeira, absorveu em receitas com seus patrocinadores.
Quando analisados os valores dos contratos de patrocínio da CBF fica claro, que é sem dúvida a entidade esportiva que mais gera recursos com patrocínios no Brasil. Este filósofo pode até se atrever a dizer que é uma das confederações que mais lucra no planeta. Só os contratos master’s assinados com a Nike, Itaú, Vivo e Ambev produziram R$ 148 milhões. Este valor pode ser elevado considerando os patrocinadores comerciais Seara, Volkswagen e Nestlé.
Esta representatividade grotesca mostra a real desproporcionalidade entre CBF e os já quebrados clubes brasileiros. Enquanto a entidade maior do futebol deslumbra de valores grandiosos, as equipes brasileiras, mesmo gerando grandes receitas, continuam a endividar-se. É o mesmo que equiparar grandes impérios, da idade média, erguidos em meio à pobreza e fome. Talvez eu possa até estar dizendo uma inverdade, visto a mania de grandeza de certos clubes que de forma insegura e despreparada gastam suas receitas de maneira indevida. Mas o fato é que o nosso futebol brasileiro poderia estar melhor preparado e estruturado visto os valores que circulam neste mercado. É a mania do brasileiro gastar completamente o que tem e depois reclamar o porquê perdeu tudo. A verdade é que ainda não estamos preparados para a realidade financeira dos dias de hoje.

Sistema operacional por download? Apple disponibiliza seu novo S.O para linha Mac

OS X Lion, o mais novo S.O da Apple
A companhia Apple disponibilizou nesta última quarta-feira (20/07) na sua loja virtual App Store, a mais nova versão do sistema operacional (S.O) para computadores Macintosh e Macbook’s, o OS X Lion. O programa já pode ser comprado por US$ 30,00.
O novo OS X Lion, traz funções desenvolvidas no sistema iOS que roda em seus iPhone, iPod touch e iPad. Assim, o Lion pega as melhores idéias do iPad e traz para os computadores Macintosh e Macbook’s.
Uma das principais novidades é a presença de um sistema de visualização de aplicativos em tela cheia (como o já existente no Windows da Microsoft). Por mais incrível que pareça a Apple sempre foi relutante a isso, mas devido ao apelo dos usuários a companhia acabou cedendo e corrigindo uma das maiores deficiências do seu clássico S.O.
Entre outros recursos do sistema está o “Mission Control”, uma nova forma de visualizar os programas em execução no MacBook, e novos movimentos para o Multi-Touch. O Lion também inclui a Mac App Store, loja de aplicativos para a linha MacBook e o Launchpad, que reúne todos os aplicativos já baixados no computador.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Aprende seleção!!!! Jogador do EAU inventa moda e bate pênalti de calcanhar.

No dia em que a seleção brasileira concedeu-nos a façanha de perder quatro pênaltis, um jogador da seleção dos Emirados Árabes Unidos (EAU), mostrou-nos de forma inusitada como se deve bater, com categoria (ou nem tanto), um penal! Os colunistas do site 101 Great Goals deram o seguinte título para o vídeo abaixo: “O pênalti mais maluco de todos os tempos”




O maluco em questão se chama Awana Diab. O atleta da seleção dos Emirados simplesmente chutou o penal de calcanhar, decretando a goleada de 6 a 2 sobre a seleção do Líbano, em amistoso realizado neste domingo (17/07). É o futebol árabe inventando moda e ensinando como bater, com categoria, pênaltis a nós brasileiros. Que fase!!! 

domingo, 17 de julho de 2011

Cavalo paraguaio? Não! A seleção simplesmente caiu na real!

E viva as paraguaias!!!
É meus caros filósofos, e se foi uma oportunidade impar da nossa seleção voltar a jogar o seu grande futebol. Depois de uma árdua e difícil partida que terminou no tempo normal no placar de 0 x 0, a nossa seleção sucumbiu-se de forma inacreditável nas cobranças de pênaltis, perdendo de forma vergonhosa quatro penalidades, algo até então nunca visto no futebol brasileiro.
Durante a partida a seleção chegou a criar importantes chances de gol, a ponto de ter o jogo sob controle diante da boa equipe paraguaia. Méritos para o experiente arqueiro Justo Villar, destaque paraguaio na partida, com defesas importantes que seguraram o placar.  Sem dúvida, durante o tempo normal, presenciamos a melhor das partidas da era Mano Menezes. Porém nem o mais pessimista dos torcedores brasileiros, imaginaria que aquela atuação estaria marcada pelo descontrole total no emocional dos nossos jogadores nas cobranças de pênaltis. O que melhor mostra o completo despreparo da nossa seleção é ver a total ineficiência nos penais, errando TODAS as cobranças. Errar um pênalti é normal, já todos, é anormal. Faltou técnico, faltou conjunto, faltou jogadores.
Olhando os comentários finais após o jogo, pude presenciar um desabafo do comentaria Casagrande da Rede Globo. O mesmo comentou que o maior problema dos jogadores brasileiros de hoje é o total despreparo de lidarem com a fama. Basta serem brasileiros para achar que sabem jogar bola e serem possuidores de um “dom” diferenciado aos demais jogadores do planeta. A magia da fama chama glamour, dinheiro, patrocinadores, enfim, a grandeza acaba transgredindo os limites da sensatez do atleta profissional. Simplesmente não há mais jogadores como antigamente, que realmente jogavam pela camisa, pela paixão ao futebol, por realmente gostar de fazer o que faz. Faltava alguém da imprensa ter coragem para falar isso. Está na hora de deixarmos este preciosismo de lado e justificar esta historia cinco estrelas que o nosso brasão possui. Há muito jogador que já se acha estrela antes do tempo. Mas como toda estrela, eles podem ser um simples cometa; passa como um risco no céu e ninguém mais se lembra dele.  A seleção necessita repensar os seus conceitos e reformular o plantel. Simplesmente a seleção é mortal como qualquer outra. Simplesmente caiu na real!

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Estrada de isopor? Blocos de isopor são utilizados na duplicação da BR-101 no nordeste

Para este filosofo a busca por informações nos mais variados segmentos e campos da ciência, tecnologia e política são indispensáveis para a absolvição de conhecimento. Por este fato faço parte de um grupo de email chamado “Revista de Geologia”. Pode parecer estranho, um critico assíduo da alta tecnologia e da política estar envolvido em um grupo tão distinto como este.  Caso você, filósofo de plantão, esteja curioso nos artigos publicados neste grupo, o convido a participá-lo. Segue email do contato para a referida inclusão: revistadegeologia@yahoo.com.br

Colocação dos blocos de isopor
Nos muitos emails recebidos por este grupo, que acabam adentrando minha caixa de entrada, um em especial chamou atenção no dia de hoje. O titulo remete-se a utilização de novas tecnologias para a construção de novas estradas na região do nordeste. Mas para minha surpresa o material que esta sendo utilizado são blocos de EPS, conhecidos popularmente como Isopor.
Nivelamento da primeira camada
Estes blocos foram utilizados em substituição ao solo compactado na duplicação da BR 101, na cabeceira do Rio Preto, no estado da Paraíba. Foram usados aproximadamente 7.000 m³ em blocos de isopor com dimensões de 4 metros de comprimento, por 1,25m de largura e 1m de altura, fornecidos pela Knauf Isopor. Está é a primeira vez que o país utiliza este tipo de tecnologia que utiliza o conceito de aterro ultraleve, com aplicação do isopor em solos moles.

Este tipo de material é bastante utilizado em estradas nos Estados Unidos e continente europeu, porém ainda é pouco conhecido no Brasil. O seu uso na estrutura resolve dificuldades com solos moles, substituindo o tradicional aterramento, servindo como base para receber o asfalto, evitando decalques, deformações e declives na pista, comuns quando utilizado a terra neste tipo de solo.    
No trecho da BR 101 onde a novidade esta sendo utilizada, foram colocados na cabeceira da ponte cinco camadas de 90 metros de extensão, em uma área de 1.430m². Foram utilizados 1.400 blocos cobertos por uma manta de plástico (PEAD) protegida por concreto, sobre a qual se aplicou uma camada menor de aterro tradicional. Após essa etapa, outro pavimento de concreto foi colocado, concluindo assim a estrutura.
O bloco de isopor foi escolhido por ser resistente à compressão, bem mais leve que os outros materiais, proporcionando uma redução na pressão exercida sobre esses solos, e pelo seu baixo custo em comparação com outras tecnologias.

Aplicações em blocos
É uma alternativa bastante interessante, visto a necessidade de preservação das nossas já precárias rodovias brasileiras. Mas sempre se tens o seus porém. O isopor é um material composto basicamente por C8H8, que em processo de decomposição ou de altas temperaturas pode vir a contaminar o solo e conseqüentemente contaminar os lençóis freáticos (água subterrânea). O projeto, na sua totalidade, recebeu autorização dos devidos órgãos ambientais competentes. Por este fato creio que minha preocupação quanto à contaminação do solo possa ser apenas um simples título de ilustração para esta matéria. Assim espero!

Com 59,4 quilômetros de extensão, a duplicação da BR-101, no chamado “Corredor Nordeste”, começa na entrada do município de Lucena, na Paraíba, e se estende até a divisa com o estado de Pernambuco. A obra faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), sob responsabilidade do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT/PB) e do 1º Batalhão de Engenharia de Construção do Exercito. 




concreto sobre camadas de isopor

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Eu não morri! Google Brasil mostra por que o Orkut continua vivo e aparentemente saudável

Vida longa ao Orkut?
Parece que a filial brasileira do Google não anda gostando muito da aceitação da nova rede social desenvolvida pela sua matriz. Por este fato eles começaram a desenvolver um novo plano de marketing para a sua velha e não esquecida rede social. Batizado de “O Orkut não para de crescer”, um novo vídeo publicado pelo Google Brasil metralha incontáveis números para provar que a rede social  continua muito bem, obrigado. Com crescimento de usuários, acessos constantes e milhões de scraps, ainda é cedo para decretar seu fim. Não é preciso dizer que o Google+ não é citado em momento algum.

O vídeo mostra que mais de 30 milhões de brasileiros ainda têm conta na rede, que grande parte deles visita constantemente seu perfil e que, no público jovem, a taxa de retorno é de 95%. O único porém é que, em fevereiro, uma pesquisa da ComScore indicava que o Orkut teve 31 milhões de visitantes únicos naquele mês. Ou seja, não podemos negar que, no mínimo, o Orkut sofre de uma estagnação visível.
Mas há números interessantes no meio do vídeo. Na véspera de Natal do ano passado, por exemplo, 93 milhões de scraps foram escritos, e no dia primeiro de janeiro de 2011, mais de 63 milhões de fotos foram colocadas em álbuns gigantescos, gerando 1,6 bilhões de views em 24 horas. E, para as empresas, o Google Brasil diz que não há melhor lugar para encontrar a opinião dos usuários do que as comunidades do Orkut, o que gera outra questão: se elas são tão importantes, por que diabos não recebem um tapa no design e no sistema?
É inevitável dizer que o Google poderia ter dado uma atenção maior ao Orkut. Na época do seu auge no Brasil o Google desembolsou uma grana alta para deter os direitos de utilização da rede social do turco Büyükkökten. O interessante que em sete anos a rede não saiu dos domínios brasileiros, não tendo agradado muito o publico do exterior já acostumado com MySpace e Facebook. Talvez o Orkut não tenha recebido a merecida atenção da sua matriz. Potencial ela sempre teve para crescer no mercado da internet.
Mesmo assim, vale à pena conferir o vídeo, bem produzido e cheio de confiança de que o Orkut ainda reinará por aqui, só aqui!



Daí é dose... Veículo estacionado em aeroporto tem rodas esportivas substituídas por modelos usados

Equipe do Jornal Zero Hora registrou às 1h o veiculo
 sem as rodas no estacionamento do Salgado Filho 
Surpresa! 24h depois, ao meio-dia de terça,
o veiculo estava com rodas que não são as originais
.
Para este filosofo o fato de sermos seres pensantes, justifica a nossa capacidade de criar culturas distintas conforme sua localização geográfica e passado evolutivo. Sobressair-se de circunstancias adversas também é um fator cultural que esta perpetuada nesta filosofia. Talvez este conceito justifique o misterioso acontecimento de ontem (12/07) que paira o aeroporto internacional Salgado Filho em Porto Alegre.
Um pólo prata deixado em um dos estacionamentos do referido aeroporto, por seu dono enquanto viajava a São Paulo, chamou atenção do pessoal que circulava o local. O veículo encontrava-se sem as rodas, suspenso sobre cilindros metálicos. Mas a maior surpresa foi perceber que, terça-feira pela manhã, o Polo estava sobre quatro pneus. Só que o conjunto de liga leve, avaliado em R$ 3 mil, foi substituído por rodado de ferro e pneus carecas sem o consentimento do dono. Ao ser comunicado por um jornalista do jornal Zero Hora do desaparecimento das rodas, na manhã de ontem, ainda em São Paulo, o dono do carro, o técnico cinematográfico Adão Pires dos Santos, 70 anos, ficou indignado:  “— Levaram as rodas? Deixei em estacionamento pago para ter segurança.”  Após o mesmo saber do ocorrido, incumbiu ao seu filho Nuciano dos Santos checar as condições do carro. Antes de Nuciano chegar ao local, por volta das 16h de terça-feira, nova surpresa.  O carro já havia ganho pela manhã um jogo de rodas de ferro de cor preta com pneus lisos. Quando se aproximou do Polo 2003, o rapaz logo percebeu que havia algo errado:  “— Tiraram as rodas, colocaram outras, mas os parafusos cromados são os mesmos das rodas furtadas.” Que bomba o patrimônio do aeroporto arrumou. Como é que pode um estacionamento privado, submeter o veículo dos seus clientes a furtos como este? Uma vez pago o serviço, deve ser prestado com total qualidade. Certamente ocorridos como este mostram o total desleixo e descaso dos administradores que, mesmo pagos, não tomaram nenhuma ação para identificação dos devidos responsáveis. E olha que o automóvel ficou 24h sem as rodas para depois colocarem. Não há cultura nenhuma que explique isso. Tem coisas que só acontecem no Brasil!

Fonte: Jornal Zero Hora.


Estariam declarando algum tipo de Cyberguerra? Grupo cracker diz ter roubado informações de empresa que assessora o Pentágono americano.

Estaríamos lidando hoje com um novo tipo de terror?
A organização internacional de crackers Anonymous publicou nesta segunda-feira (11/07) em um fórum de discussão uma lista com mais de 90 mil e-mails e senhas roubados de um servidor não protegido da Booz Allen Hamilton, empresa que assessora o Departamento de Defesa Norte-Americano.
O grupo afirmou ter apagado 4GB de código fonte, contribuindo para a vulnerabilidade do sistema de segurança, revelando assim informações melindrosas que podem auxiliá-los a atacar o governo americano e seus contratistas. A Bozz Allen Hamilton não se manifestou sobre o ocorrido.
É visível que estes grupos crackers estão dispostos a provocarem uma espécie de Cyberguerra contra seus desafetos. Nestes últimos meses uma onda de ataques contra sites governamentais de vários países, incluindo o Brasil, companhias multinacionais de bancos, tecnologia e cartões de crédito tornaram-se alvos fáceis dos crackers, tendo seus portais derrubados e informações roubadas. Curiosamente estes fatos começaram a ocorrer logo após o escândalo que envolveu a CIA e o site WikiLeaks, que publicava informações confidenciais do governo norte-americano.

terça-feira, 12 de julho de 2011

Bela iniciativa! Novo sistema de coleta de resíduos começa a ser implantada na capital Gaúcha

Instalação de contêineres iniciou-se hoje e deve ser concluída até a próxima segunda-feira
A Prefeitura de Porto Alegre/RS começou a adotar no dia de hoje o sistema de coleta automatizada de resíduo orgânico domiciliar. Os primeiros contêineres foram alocados na Praça da Matriz, considerada o coração da cidade gaúcha, e teve a presença do prefeito da capital José Fortunati e do diretor-geral do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), Mário Moncks.
A previsão é de que todos os 1,1 mil contêineres abrangerem uma área de 13 bairros da cidade. A população beneficiada poderá utilizar os equipamentos de imediato, durante 24h. Na inauguração o prefeito falou da importância do apoio da população para o sucesso da iniciativa e disse que o poder público vai acompanhar o grau de aceitação e satisfação da população. Se o resultado for positivo, a coleta automatizada será expandida, a partir do ano que vem para outros pontos da cidade. O prefeito também fez um apelo para que a população local continue separando o resíduo reciclável, que auxilia na geração de renda das famílias que trabalham em 17 galpões de reciclagem da cidade. O trabalho de instalação será realizado pelo DMLU com apoio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) prioritariamente à noite, para não interferir com o já caótico trânsito e evitar que os locais onde serão colocados os contêineres estejam ocupados por automóveis.
Durante a semana, onde estiverem sendo colocados contêineres, uma equipe da Assessoria Comunitária do DMLU estará presente passando à população informações sobre os novos equipamentos.
Poucas são as cidades do nosso país que possuem esta preocupação com o meio em que vivemos. Porto Alegre esta começando a se embasar numa política ambiental muito similar ao que é aplicado na Alemanha, país modelo na gestão de resíduos. A capital gaúcha esta de parabéns pela bela iniciativa que não apenas beneficiará a população, mas também o ecossistema em que vivem.

Até tu Brutus? CCE lança tablet brasileiro com sistema operacional Windows 7

Tablet fabricado no Brasil será lançado em agosto
A fabricante CCE, famosa pelos eletrônicos de péssima qualidade, anunciou que irá lançar no mercado nacional seu próprio tablet com sistema operacional Windows 7. Chamado de Win Touch, o aparelho foi uma das atrações da feira Eletrolar Show, que ocorreu entre os dias 5 e 8 de julho em São Paulo.
O tablet possui processador Intel Atom, tela de 10,1 polegadas sensível ao toque, memória SSD de 16 GB, câmera de 1,3 MP e conexão Wi-Fi. Segundo a fabricante, é o primeiro tablet nacional a ter plataforma amigável e a ser compatível com o suíte Microsoft Office. A previsão de chegada às lojas de todo país está marcada para agosto. Ainda não há preço definido.
Vale destacar que, mesmo com a má fama de seus eletrônicos, a CCE soube sobressair-se deste rotulo com a sua linha de computadores CCEinfo lançada, numa jogada ousada, a pouco mais de três anos. O sucesso foi grande que a linha acabou transformando-se em um núcleo exclusivo para desenvolvimento de novos modelos para o mercado. Com o lançamento deste novo tablet, a CCE mostra categoricamente que não está disposta a ficar atrás da concorrência neste promissor mercado da informação que anda aquecido. 

Fenômeno? Google+ estaria prestes a ultrapassar 10 milhões de usuários?

Google+ esta começando a despontar como uma alternativa frente ao Facebook
Sinal de alerta acesso para os lados da rede social de Mark Zuckerberg! Uma estimativa de Paul Allen, fundador do site Ancestry.com, sugere que o Google+, a mais nova investida da gigante da internet, pode chegar à marca dos 10 milhões de usuários nas próximas 24 horas. Se o Google deixar mais pessoas entrarem (eles abrem e restringem a todo instante o cadastramento de novos membros sem convite), este número poderia subir para 20 milhões até o fim de semana. Se tratando de uma versão para testes são números realmente impressionantes.
Allen (não estou falando do co-fundador da Microsoft) usou um calculo matemático baseado em sobrenomes para calcular este número de membros. É possível confiar em sobrenomes porque o Google exige que cada perfil tenha um nome real, ou seja, o site exige a inclusão de sobrenomes que correspondam apenas uma pessoa. Assim sendo, perfis com apelidos ou que representem casais, grupos e empresas estão sujeitos a suspensão ou exclusão.
Allen usa este modelo desde que entrou no Google+, e diz ser bastante preciso e confiável. Segundo seus cálculos, eram 1,7 milhão de membros em 4 de julho; em 9 de julho já eram 4,5 milhões. O Google ainda não divulgou estatísticas oficiais da sua nova rede social.
Estaríamos presenciando um novo fenômeno na internet? A guerra entre as redes sociais está decretada!Loading

Algum desafiante? Quem será capaz de quebrar o recorde mundial de menor pontuação no jogo Super Mario Bros.?

Mario? Que Mario?
Tem vezes que o ser humano consegue se superar. Seja ela por uma realização pessoal, no trabalho ou até mesmo numa competição esportiva. Uma das principais virtudes de sermos racionais é o fato de estarmos desafiando-nos a todo instante. A partir do momento que o homem primitivo soube andar sobre as duas pernas, ele definitivamente aprendeu a desafiar e a quebrar seus próprios limites. Agora como seres pensantes, chegamos a um ponto de invertermos completamente os fatos. Hoje, quebrar barreiras e limites se resume a modalidades um tanto excêntricas ou até mesmo exóticas.  Será que você, filósofo de plantão, conseguiria bater o recorde mais “bizarrézimo” do mundo dos games?
Um indivíduo possuidor do codinome NotEntirelySure, postou no Youtube um vídeo evidenciando a sua “grandiosa” façanha. O rapaz simplesmente inverteu os fatores e gravou o seu menor escore alcançado no game Super Mario Bros. Sua façanha rendeu-lhe apenas 600 pontos.
Na corrida pelo menor escore, o mesmo evita bater em blocos escondidos, abater inimigos e coletar moedas, além de pular no ponto mais baixo do mastro que finaliza a fase. Isso no maior tempo possível. Só vendo mesmo o vídeo, assista!



Em seu canal, ele também conta como foi a sua “excepcional” experiência, as fases mais difíceis que enfrentou e lança um desafio: “...se alguém puder superar o jogo sem salvar, eu ficaria extremamente lisonjeado e impressionado.”
A genialidade do homem chega a limites curiosos. Será que agora estamos nos equiparando a titulo de comprovar quem de nós pode ser o mais habilidoso no conceito ruindade? Será que ruindade seria agora sinônimo de habilidade? É meus caros, bem vindo ao curioso século XXI. 

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Estaria a China abrindo um promissor e atraente mercado, colaborando definitivamente com a pirataria mundial? Todos somos reféns do socialismo chinês

Estaríamos hoje reféns de um mercado tão tentador como o chinês? 
Nas minhas andanças, em busca por conhecimento, na grande rede mundial de computadores, deparei-me com uma informação, até então desconhecida da minha parte, que deixou este que vos escrevem um tanto perplexo. O governo Chinês, como todos sabem controla tudo e mais um pouco a mão de ferro, porém desde o ano de 2000 os mesmos, com extremo rigor, policiam de forma atenciosa a indústria dos videogames. Assim sendo, desde o referido ano, não houve mais lançamentos, de forma oficial, de novos consoles e jogos no referido país asiático. Esta noticia traz a tona algo que até então não havia compreendido. Porque há tanto plagio tecnológico na China?
Mas para este plagio, a uma justificativa. Como bem sabe, o país socialista é conhecido mundialmente como o berço da pirataria mundial. Grande parte dos lançamentos realizados pelas grandes companhias, uma vez que o produto original lançado na maioria das vezes é produzido fora dos seus domínios, são vergonhosamente copiadas por empresas que podemos intitular de “fundo de quintal”. Isso é reflexo de um programa de auto-proteção econômico que o próprio governo de Hu Jintao realiza para fortalecer economicamente o gigante dragão oriental. Barrando o lançamento destas grandes marcas, vindas de fora, acabam alavancando e impulsionando novos empreendimentos, principalmente tecnológicos. Esta pode ser na minha concepção, um dos resultados da grande incidência de produtos piratas oriundos do país asiático. Neste hall da pirataria entra, fortemente, a indústria dos videogames. Na visão deste filosofo, o governo chinês proíbe o lançamento dos referidos consoles para justamente criar novas alternativas tecnológicas para o seu mercado, valorizando e marketeando o produto produzido pelo “fruto” do trabalho e “genialidade” do povo e governo chinês. Não há muita explicação se não for esta.
Já estamos em uma era que mais de 60% dos eletrônicos que compramos provem da China, e repressões ao lançamento de mercadorias originais, deixam as grandes companhias reféns deste monstro chinês. Em troca, para coibir este mercado acabam sujeitando-se a levarem suas empresas para tal território para produção dos seus produtos, de forma que possam entrar em seu promissor mercado sem que se tornem reféns deste plagio desavergonhado.
É triste ver nos dias de hoje, grandes empresas deixando o Brasil, sem que nada seja feito. Um exemplo é a atual realidade das empresas calçadistas. Varias delas instaladas no Rio Grande do Sul e Nordeste, estão se “bandeando” para os lados do leste asiático, impulsionadas não pelo fator financeiro, mas sim pelo mercado “fake”, tratado a base do terror, pelo governo chinês. É uma enxurrada de produtos chineses que invadem o país e nada é feito pelos nossos governantes. Até onde vamos parar com esta disputa desigual? 

PS: Nos dias de hoje, também há o fator da mão da obra barata e semi-escrava que há no país chinês, mas esta será retratada em outra oportunidade por este filosofo.

Para matar a curiosidade. Biografia não oficial de Steve Jobs já esta no mercado

A biografia não autorizada foi publicada pela editora Agir no ano de 2008
Para aqueles que querem matar um pouco da curiosidade sobre a vida do fundador da Apple, antes do lançamento da sua biografia oficial, já há no mercado um livro não oficial que retrata um pouco da historia do CEO maior da companhia. O melhor é que há uma versão em português. “A cabeça de Steve Jobs”, escrito por Leandro Kahney, é uma biografia polêmica, publicada no ano de 2008, que retrata um pouco da historia da empresa Apple e esclarece vários aspectos da mentalidade genial do seu fundador. A biografia é basicamente um trabalho jornalístico que se embasa, basicamente, em relatos de funcionários e ex-funcionários que trabalharam diretamente com Steve Jobs.
Você que se interessou, poderá adquiri-lo nas principais livrarias do país no valor de R$ 25,00. 

Biografia oficial de Steve Jobs teve seu subtítulo alterado


A rede de noticias CNN noticiou na semana passada que a primeira biografia oficial do fundador da Apple, Steve Jobs, teve o seu título alterado. Antes chamado de "iSteve: o livro de Jobs", a publicação agora será intitulada “Steve Jobs por Walter Isaacson”.
O primeiro titulo foi escolhido pelo núcleo de publicidade da editora Simon & Schuster, detentora dos direitos de comercialização da biografia. No entanto, o autor Walter Isaacson, não tinha absoluta certeza sobre o título, e resolveu mudá-lo para algo mais simples.A alteração também pode ter ocorrido devido à polêmica repercussão gerada pelo primeiro subtítulo. "iSteve: o livro de Jobs", remete ao texto bíblico de Jó, descendente de Abraão e figura importante do judaísmo e das religiões cristãs. Em inglês, a diferença é de uma letra, de "The Book of Job" para "The Book of Jobs". Dado o histórico da relação entre a Apple e seus fãs, certamente, o trocadilho serviu como confissão: à marca é, sim, encarado pela empresa como uma religião. A biografia oficial de Jobs está programada para chegar às livrarias norte americanas no dia 6 de março de 2012 e já está disponível para pré-venda no site Amazon. No momento não há previsão de lançamento para o Brasil. 

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Brincando de primeiro mundo? Mexicanos apresentam robô que poderá revolucionar o conceito da “robótica Social”

Eduardo ao lado de Mex-One: O robô lembra muito Maschinenmensch de Metropolis

No dia 07/07, uma equipe de cientistas mexicanos, do Centro de Pesquisa e de Estudos Avançados (Civestav), encarregados da criação de um novo conceito de humanóide, apresentou a versão final do seu robô chamado de Mex-One. Os cientistas também o descrevem como o primeiro sob o novo conceito da “robótica social”. O desenvolvimento do Mex-One havia sido anunciado há um ano pelos cientistas do centro localizado na Cidade do México, capital mexicana.
Um dos integrantes da equipe, o pesquisador Eduardo Bayro, esclarece que inventou a nova terminologia para referir-se aos complexos e diferentes usos sociais que a sua invenção terá. Ao contrário do que se conhece como “social robotic”, que consiste em criar interfaces de seres humanos através de maquinas, o projeto Mex-One difere-se na questão humana. Conforme relatado pelo pesquisador, e também líder do projeto, o desenvolvimento do robô se dá através de subprodutos com fins práticos para o ser humano em campos da medicina e cultura. Eduardo explica que a criação auxiliará a medicina, no sentido de oferecer peças robóticas para operação de atividades cirúrgicas, bem como utiliza-lo, também, como mãos e pés inteligentes para pessoas com deficiência. O cientista citou que está será uma contribuição a nível internacional porque reunirá as principais características humanóides a preços baixos.
Trata-se de um projeto inovador que permitirá a integração de centros de pesquisa tecnológicos de universidades do mundo todo. A idéia da equipe é integrar instituições que possuam poucos recursos e incentivá-las a desenvolverem novos algoritmos para o campo da robótica, visto que o projeto possui código aberto.
O robô é o mais avançado do seu tipo na região ibero-americana, com funções similares ou inclusive superiores aos desenvolvidos por empresas japonesas, americanas e européias. Seu protótipo mede 1,05m e pesa cerca de 15kg. O mesmo caminha e segue objetos com o olhar. Mais adiante, com o decorrer do seu desenvolvimento, ele será capaz de subir escadas, servir água, reconhecer faces, manter diálogos e até aprender por experiência.
A principal contribuição de Mex-One está no software de sua inteligência artificial, já que o mesmo pode armazenar informação graças a uma memória cognitiva que funciona com um sistema sem fio conectado a dois computadores.


Agora pergunto: Será que o México esta começando a despontar como uma potencia emergente tecnológica? Este é um campo em ligeira expansão que poderia ser visto, pelos nossos governantes, com bons olhos. Se até instituições mexicanas estão adiantadas no desenvolvimento robótico, porque o Brasil, com toda a sua potencialidade, não foi capaz de ainda desenvolver um projeto desta magnitude? É o México querendo brincar de primeiro mundo, mas o Brasil se achando de primeiro. Lamentável

terça-feira, 5 de julho de 2011

Músicas antológicas: The Beatles

Músicas antológicas: O mais novo espaço do Filosofando Bobagens

Que tal voltar ao tempo e reviver um pouco do seu passado?  Lembrar daquela sua infância oitentista, recheada de clássicos ao estilo discorama. Para você de mais idade, da geração que se dizia eternamente jovem, que curtia aquelas melodias puramente rebeldes. Ou ainda você, mais jovial, que curtiu hits não tão antigos, mas não tão pouco prazerosos. Isso é reviver, de forma venturosa, aquele momento que marcou as nossas vidas. Basta uma musica para nos remeter a uma determinada época e relembrar que aqueles eram bons tempos.
A partir de hoje, um novo espaço no Filosofando Bobagens será aberto. Ele se chamará “Músicas Antológicas” e comportará os clássicos musicais (nacional/internacional) de todas as épocas. Para abrir com chave de ouro, posto um clássico verdadeiramente antológico, idealizado por quatro garotos que conseguiram revolucionar todo um estilo musical. Eu falo dos lendários garotos de Liverpool, os Beatles:

The Beatles - Hey Jude:


segunda-feira, 4 de julho de 2011

Está tão frio que até o quero-quero anda de pantufa

A qualidade da câmera do meu celular (3.1mp) pode capturar este fato inusitado

É meus caros filósofos de plantão. Anda fazendo muito frio aqui nas proximidades do paralelo 30 S. Hoje, em Porto Alegre/RS, às 6h, os termômetros de rua marcavam 1ºC. Nas minhas andanças por estes pagos, deparo-me com a ave símbolo do rio grande, de pantufas e gorro, em meio à vegetação já não tão branca pela geada. Em tempos de mudança climática, até o quero-quero precisa se adaptar!

A mídia esta distorcendo a figura do hacker

Logomarca do grupo Lulz Security, famoso pelos ataques a sites do governo  brasileiro
Lendo uma matéria (muito bem escrita) publicada pela jornalista Vanessa Nunes, especialista em tecnologia, do portal ClicRBS, fez repensar, em mim, algo que havia notado quando começou a ser noticiado que sites do governo federal haviam sido alvo de ataques virtuais pelos tais “piratas da rede”.
Como todos sabem semana passada, mais de 40 portais de órgãos do governo, incluindo o site da presidência, o portal da transparência, IBGE e brigada militar gaúcha, foram vitimas de ataques que, na sua maioria, partiram de computadores localizados, principalmente, na Itália. Mas o que chama atenção é o fato da mídia, por total falta de instrução e conhecimento, estar caracterizando a figura do hacker como o grande vilão da historia. Segundo o livro “Hacker Culture”, do autor Douglas Thomas, o termo hacker, vem do inglês “hack”, que são programadores que, nas décadas de 50 e 60, tentavam e almejavam fazer tudo ao seu alcance para conseguir mais recursos, no intuito de encontrar soluções para suas “façanhas” computacionais. Thomas, descreve em um trecho de seu livro que ser hacker é procurar desafiar qualquer entendimento ou representação de quem eles são. Dentro da área da alta tecnologia, ser hacker é sinônimo de orgulho e de grandes contribuições para a computação. Neste “hall” podemos incluir figuras ilustres como Bill Gates e Paul Allen (Microsoft), Steve Jobs (Apple), Mark Zuckerberg (Facebook), Larry Page e Sergey Brin (Google), Linus Torvalds (Linux). Esta é apenas uma pequena parcela dos grandes hackers que contribuíram com o desenvolvimento da computação nos últimos 30 anos. Seria incorreto dizer e considerá-los que possuem o mesmo “naipe” de um individuo que invade sites ou rouba informações. Portanto a termologia correta, a se dizer, é cracker.
O problema é que a noticia transmitida, na sua grande parcela, é direcionada para o publico leigo no assunto e chamá-los de crackers soa de forma estranha ao leitor. A grande questão é que a palavra hacker, nestes últimos tempos, foi difundida de maneira incorreta, pintando a imagem deste individuo como a de um criminoso.
A imprensa precisa compreender um pouco mais da historia computacional antes de difundir termologias em suas reportagens. A imprensa é responsável pela correta difusão da informação. Erros como estes distorcem a figura de profissionais competentes da área, bem como, a dos grandes gênios da informática, criando uma analogia de que o hacker é o grande vilão dos tempos modernos.

Sugiro, a todos, lerem a ótima reportagem publicada pela jornalista Vanessa Nunes no link abaixo:


http://wp.clicrbs.com.br/vanessanunes/2011/06/26/sera-que-nao-estamos-pintando-uma-imagem-distorcida-sobre-quem-sao-os-hackers/?topo=13,1,1,,,13

domingo, 3 de julho de 2011

Um dia de cão. Até onde podemos chegar com esta seleção?

Tipico guaipeca dos pampas (cusco), invadindo o campo durante a partida (Foto: Agência Reuters) 
Surpreendente e até mesmo decepcionante é o que eu posso dizer sobre esta estréia. O Brasil começou a campanha na Copa América com um inesperado empate de 0 a 0 com a Venezuela, no fim da tarde deste domingo, em La Plata. O resultado deixa as duas seleções com um ponto no Grupo B da competição, disputada na Argentina. A chave ainda conta com Paraguai e Equador. Em uma tarde de cão, a seleção não conseguiu demonstrar toda sua potencialidade e viu suas principais estrelas, completamente, perdidas em campo. Mas o que, de fato, aconteceu hoje? Vimos uma equipe de qualidade, porém perdida em campo. O técnico Mano Menezes montou uma estrutura tática, por vezes confusa no decorrer da partida. Assim, a seleção brasileira iniciou a partida com uma marcação bastante avançada, com o intuito de sufocar a saída de bola adversária. A atitude deu certa e deu a seleção, por vezes, domínio e superioridade na partida. Mas faltou o fundamental: o último passe.
O quarteto Robinho, Pato, Ganso e Neymar tentavam entrar na área adversária, mas encontravam, sempre, uma defesa bem postada. Faltou o homem do passe para que a bola chegasse a Pato, considerado um dos melhores na partida, mostrando desenvoltura e qualidade no domínio de bola. Foi com ele que a seleção mostrou sua melhor finalização na partida com uma bola na trave no primeiro tempo. Em meio ao segundo tempo sonolento, Mano sacou Robinho (sob vaias) e colocou em campo Fred, deixando o mesmo um pouco mais a frente da área. Vendo que de nada adiantou, sacou Pato (erroneamente) e Ramires para as entradas de Lucas e Elano, com o intuito de dar uma mobilidade maior ao meio campo. De nada adiantou, faltou movimentação coletiva e neste cenário inoperante, a partida arrastou-se até o apito final do arbitro. De bom, a partida teve um momento inusitado. A Invasão de um cachorro, de raça não definida (guaipeca), que levantou a torcida e animou aqueles que presenciaram uma fraca exibição da nossa seleção.
Presencio que não podemos chegar muito longe com uma seleção caracterizada com quatro atacantes (mesmo sabendo que Ganso jogou mais recuado como meio campista). É muita estrela brilhando numa única posição na equipe. Gosto muito do trabalho de Mano e o considero um ótimo técnico. Já demonstrou isso nas épocas de Grêmio e Corinthians. Mas o mesmo, agora, está pecando, e se não demonstrar melhores resultados nas próximas partidas, posso afirmar que o seu cargo de comandante maior começará a ser ameaçado.